7 de julho de 2014

Catuense confirma participação na Taça Governador 2014 com os profissionais


 Por meio de nota oficial, o presidente da Catuense, Roberto Pena. Confirmou a participação da equipe profissional na Taça Governador do Estado edição 2014 organizado pela Federação Bahiana de Futebol. Em contrapartida divulgou que por falta de parceiros os elencos sub-15 e sub-17 não serão montados para disputa do respectivo campeonato também. Com  objetivo de não comprometer o orçamento do segundo semestre. Mesmo assim alguns garotos serão aproveitados na equipe profissional e o clube avisa que em breve serão contactados para a apresentação junto ao elenco.


Confira a nota na íntegra:

"Em virtude de não termos conseguido parceiros patrocinadores para juntos participarmos dos campeonatos Baianos Sub-15 e Sub-17 promovidos pela FBF e neste ano atípico de eleições, onde as Prefeituras de cidades vizinhas não dispõem de verbas para nos sediarem, ficamos impossibilitados de sozinhos arcarmos com esta tão nobre incumbência de revelarmos novos valores, como é a alma da Catuense, portanto, esclarecemos que neste segundo semestre de 2014, participaremos apenas da Taça Governador do Estado, para profissionais.
Continuaremos a utilizar os jovens mais experientes, não deixando de observar as futuras promessas para um outro momento mais favorável economicamente.
Sentimos muitíssimo, mas não podemos comprometer nosso orçamento para este final de ano.
Gostaríamos de avisar que os garotos aprovados nas peneiras serão avisados da data de apresentação junto ao elenco profissional.

Roberto Pena - Presidente da Catuense Futebol S/A"

26 de março de 2014

Catuense empresta e libera jogadores que disputaram o Baianão

Com o término do campeonato para a Catuca, a diretoria já iniciou a liberação e empréstimo de seus jogadores. O volante Mica foi emprestado para o Itabuna, o atacante Robert e o meia Marcos Neves foram emprestados para o Atlético de Alagoinhas, Kleuber e Rogério Rios foram emprestados para o Fluminense de Feira. Tiago Sena e o goleiro Jeferson vão para o Jequié e o goleiro Juliano no Leônico. Os jogadores ficam nos respectivos clubes até o termino da competição. 

A diretoria também já acertou a recisão de alguns jogadores, são eles o volante Fausto, o zagueiro Anderson, os laterais Índio e Diego Prates e o meia Gil não fazem mais parte do plantel da Catuense, como foi publicado no Boletim Informativo Diário(BID) da CBF. 

A partir do momento que tivermos novidades vamos atualizando esta matéria.

23 de março de 2014

Catuense é eliminada do Baianão 2014.

A Catuense encerrou hoje, sua atuação no campeonato baiano da primeira divisão. No retorno do time a primeira divisão, a Catuense conseguiu cumprir seu primeiro objetivo ainda na primeira fase, que era garantir a permanência e ainda se classificar na próxima fase. Infelizmente na segunda fase, não tivemos um bom rendimento, brigamos até a última rodada pela vaga, mas a falta de regularidade e más atuações em alguns jogos comprometeram a busca pela vaga nas semi finais do campeonato e fomos eliminados hoje quando cedemos o empate contra a Jacuipense em 3 a 3. 

Sobre o elenco há pontos positivos e negativos. Vamos aos negativos, a zaga que ao longo do campeonato demonstrou fragilidade, é um setor que no próximo campeonato precisa ser reforçado com jogadores de qualidade. No setor de meio campo alguns jogadores deixaram a desejar, como os volantes que atuaram deixaram muitos espaços nos jogos quando se esperava uma marcação forte, alguns não podem ser julgados, como o volante Tácio que só teve uma chance no campeonato. Os pontos positivos destacamos o ataque da Catuense que foi muito positivo durante o campeonato com Kleuber e Robert, jogadores como Netinho, Diego Prates, João Paulo dentre outros que foram bem nessa competição. Não podemos criticar o treinador Janílson Silva, pois teve pouco tempo de trabalho e não deu pra aplicar tudo que queria, devido ao efeito imediatista que o futebol impõe. Lamentar também a falta de Renna as lesões o prejudicou, assim como Fabão que rompeu tendão, esperamos que esteja recuperado o mais rápido.

No mais é esperar o próximo campeonato, que os erros desse, sirvam de lição para que possamos estar fortalecidos e com um plantel qualificados tanto os titulares como os reservas. 

17 de março de 2014

Catuense decepcionou ontem, mas continua na briga pela vaga

Foto: Reprodução, TV Bahia
Na estréia do novo treinador e com a expectativa de encaminhar a classificação, a Catuense voltou a decepcionar no Estádio de Pituaçu em Salvador. Todos esperavam um bom resultado mas o time não correspondeu e levou 3 a 0 do time Granadeiro. Com uma formação igual as usadas pelo ex-treinador Sérgio Odilon jogando com três volantes e apenas um meia armador, a Catuense voltou a ter uma postura a apática sem vontade de vencer, os três gols do Galícia foram vacilos da defesa, classificados até como infantis. Todo bom time começa com uma defesa sólida, e Janílson vai ter muito trabalho nessa semana pra tentar fazer esses zagueiros melhorarem, mas se for falta de qualidade técnica, não tem treinador que dê jeito.

Foto: Reprodução, TV Bahia
Se quiser vencer próximo jogo diante da Jacuipense, terá que ter uma postura mais ofensiva e mais vontade e esquecer a atuação de ontem que foi horrível, um time que aspira classificação não pode atuar da forma que atuou ontem. A Catuense ainda tem chances de classificação, apesar de ter ficado mais complicado, é possível a combinação de resultados acontecer, entenda a combinação, a Catuense precisa vencer seu jogo, contra o Jacuipense(Eliminado), e torcer para uma vitória do Galícia diante da Juazeirense, lembrando que o Galícia ainda luta pela vaga na outra chave, portanto tem total interesse no jogo. Agora é esperar desenrolar da próxima rodada para termos a confirmação da vaga ou a eliminação do campeonato.


Catuense.net

15 de março de 2014

Catuense treinou em Catu e encerrou a preparação para enfrentar o Galícia


 Na manhã deste sábado(15), a Catuense finalizou a preparação para a partida contra o Galícia amanhã, no Estádio de Pituaçu. O treinamento que aconteceu no Estádio Municipal Antônio Pena em Catu e os jogadores e comissão técnica aprovaram as condições do gramado inclusive em comparação com o do estádio Antônio Carneiro que está ruim. O treino foi comando pelo novo treinador Janílson Silva e toda comissão técnica, além do trabalho físico, a parte tática e fundamentos também foram trabalhados. 

Posteriormente o elenco foi dividido para o famoso "Rachão" em campo reduzido, com participação do treinador inclusive. No "rachão" o time de Gil levou a melhor e venceu de virada por 7 a 5. Foi um momento mais de descontração para os jogadores. Janílson agradeceu a diretoria da Catuense pelo convite, "Primeiro quero agradecer a Catuense pelo prazer que esta me proporcionando de poder defender essa tradicional equipe." E nos revelou que está ansioso para a estréia: "Vivo uma grande expectativa de poder fazer essa estréia, na esperança de chegar a classificação".

O treinador Janílson Silva preferiu não revelar a escalação do time, mas adiantou que haverá algumas mudanças, uma delas seria a volta do zagueiro Fabão, porém o mesmo rompeu o tendão e está fora da partida, assim como o meia-atacante Renna que que ainda sente o incômodo, Janílson comentou sobre a situação de Renna: "Tive uma conversa longa com ele ontem e ele me passou que ainda sente um incômodo muito forte, daí vamos esperar mais um pouco".

Ainda sobre o treino, os jogadores e a comissão técnica elogiaram o gramado do Estádio Municipal Antônio Pena(Penão) "O campo está bem melhor que o Carneirão" comentou Janílson Silva, os torcedores da Catuense vivem a expectativa de poder ver a Catuense mandar seus jogos em Catu novamente. A Catuense ainda briga pela vaga nas semi-finais e vai precisar do apoio do torcedor na última rodada contra a Jacuipense.

CONFIRA O VÍDEO COM UMA PARTE DO RACHÃO:




Catuense.net- O blog oficial da Catuca

14 de março de 2014

Janílson Silva é apresentado ao elenco da Catuense

Vice presidente Cida Pena ao lado do novo treinador no CT da Catuense
O novo treinador da Catuense, Janílson Silva foi apresentado na tarde de ontem(13) no Ninho do Bem-Te-Vi, acompanhado da vice-presidente da Catuense Cida Pena e demais membros da comissão técnica. Janílson bateu um papo com o grupo e já começa a conhecer os jogadores que estarão sob seu comando, alguns ele já trabalhou como é o caso do atacante Kleuber, que estava no Juazeiro na temporada passada. Sem ainda dar indícios, Janílson Silva começou os trabalhos táticos e técnicos com o elenco ontem. Ainda não sabemos a escalação, mas poderemos ter mudanças no time, para o jogo contra o Galícia neste domingo em Pituaçu.

Mais fotos da apresentação do treinador  para o elenco:







12 de março de 2014

Janílson Silva é o novo treinador da Catuense

Sem perder tempo após demitir Sérgio Odilon, a diretoria da Catuense já acertou com um substituto. Trata-se do treinador Janilson Silva de 43 anos que acumula passagens no comando do Juazeiro e da Juazeirense, no Juazeiro onde ano passado levou o time a conquistar uma vaga na Copa do Brasil depois de ter ficado com a terceira melhor campanha do Baianão 2013 e foi campeão da segundona baiana de 2010. Graduado em Educação Física Janilson Silva chega para comandar a Catuense até o fim da competição, o treinador viajou na noite da última quarta para Alagoinhas. Deve ser apresentado ao grupo na tarde desta quinta e já estará a beira do gramado contra o Galícia no próximo domingo dia 16, no estádio de Pituaçu sendo auxiliado por Lameu e o presidente Roberto Pena.

Janílson anuncia sua vinda pra Catuense na sua rede social
Em entrevista ao blog do Geraldo José da cidade de Juazeiro, Janilson se de diz feliz com o convite: "Estou muito feliz por esse convite, estamos confiantes que vamos fazer um bom trabalho junto com o restante do elenco e comissão técnica".


A está na segunda colocação do grupo 3 empatado com a Juazeirense com cinco pontos. Janílson irá comandar o "Catuca" na próxima rodada, neste sábado, fora de casa contra o Galícia. 

CATUENSE.NET 

11 de março de 2014

Catuense demite Sérgio Odilon e Lameu assume interinamente


A Catuense demitiu o técnico Sérgio Odilon, muitos vão atribuir apenas a derrota para o Vitória, o que é um equívoco. A derrota do último domingo apenas agravou o acúmulo de descontentamento da direção com o treinador. Escalações equivocadas, substituições sem lógicas foram as causas da demissão. 



É reconhecível os méritos de Sérgio Odilon, que comandou o time no acesso à primeira divisão do Campeonato Baiano em 2013 e, no início desta temporada, deu continuidade ao trabalho. Com 5 pontos, o time de Catu está em 3º lugar no Grupo 3, e tem o mesmo número de pontos da Juazeirense, 2ª colocada. Mas chega o momento de desgaste natural e é preciso mudar. Desejamos sorte ao Sérgio no seguimento de sua carreira profissional. 


Lameu ao lado do presidente da Catuense, foto: 2013
Quem já assumiu interinamente foi o auxiliar-técnico e ex-jogador da Catuca, Lameu que ficará responsável por comandar a equipe nos dois próximos jogos.

9 de março de 2014

Prejudicada pela arbitragem, Catuense perde para o Vitória mas segue na briga

A Catuense foi derrotada pelo Vitória na tarde deste domingo por 3 a 1. Um jogo movimentado onde dois protagonistas que deveriam passar despercebidos que mais chamaram atenção. O primeiro foi o gramado do estádio Antonio Carneiro. Cheio de buracos, o campo da cidade de Alagoinhas mais parecia uma várzea e atrapalhou os atletas das duas equipes lamentável a situação do Carneirão. O segundo foi a arbitragem comandada por Marielson Alves Silva, que anulou um gol legal da Catuca no primeiro tempo do duelo e deixou de marcar um pênalti para a Catuca em cima de Kleuber logo no começo da partida, dois erros capitais que prejudicaram diretamente a Catuense.

O Vitória começou tomando as ações da partida mas a Catuense no primeiro ataque teve um pênalti com Kleuber derrubado ao entrar na área o árbitro não assinalou a penalidade.  Logo após, o volante José Wellison aproveitou a confusão na área e abriu o placar para o Leão. Após o gol, o Vitória continuou em cima. A Catuense conseguia ir ao ataque mais esbarrava na defesa do Leão.
O lance de maior perigo da Catuca aconteceu aos 29 minutos. Após cobrança de falta, o time de Catu chegou ao empate, mas o bandeira equivocadamente marcou impedimento de Kleuber que estava em posição legal. Aos 35 o Vitória ficou com um a menos. O volante Luiz Gustavo pisou no jogador da Catuense e levou o vermelho direto. Mesmo com dez jogadores em campo, o Leão continuou explorando os contra-ataques e chegou ao gol aos 43. O argentino Jonathan Ferrari aproveitou cobrança de escanteio e mandou para o gol.
No segundo tempo o Vitória entrou com a mesma pegada. Com a entrada de William Henrique no lugar de Cáceres, o Leão ganhou mais velocidade. Aos 18 minutos, o William Henrique deu bom passe para José Wellison, que limpou o marcador, fez o seu segundo gol e o terceiro do Vitória. Após o gol o Leão continuou pressionando e obrigou o goleiro João Paulo a fazer grandes defesas.  A Catuense na segunda etapa caiu de produção mesmo assim ainda conseguiu diminuir com Kleuber e a partida fechou no 3 a 1 a favor dos visitantes.

Apesar da derrota a Catuense segue viva na briga pela classificação, quando vai enfrentar o Galícia no próximo sábado.

Catuense 1 x 3 Vitória - 6ª rodada da Segunda Fase do Baianão
Data: 9/3/2014, 16h
Local: estádio Carneirão, Alagoinhas
Gols: José Wellison (2), Jonathan Ferrari e Kleuber (Catuense)
Cartão vermelho: Luiz Gustavo (Vitória)
Árbitro: Marielson Alves Silva
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e José Carlos Oliveira dos Santos

Catuense: João Paulo; Rogério Rios, Anderson Silva, Anderson e Diego Prates; Fausto, Mica, Nem e Netinho; Kleuber e Robert. Técnico: Sérgio Odilon.

Vitória: Wilson; Ayrton, Rodrigo Defendi, Jonathan Ferrari e Juan; Marcelo, Luiz Gustavo, José Welison e Cáceres; Marquinhos e Dinei. Técnico: Ney Franco

8 de março de 2014

Sérgio Odilon projeta jogo difícil, mas alerta: "Podemos surpreender"


A Catuense encara o Vitória neste domingo (9), às 16h, em Alagoinhas, pela 15ª rodada do Campeonato Baiano. O técnico Sérgio Odilon prevê um duelo difícil para a Catuca, mas acredita que sua equipe pode surpreender o Rubro-Negro.



“A gente está se preparando para um jogo que será muito difícil. O Vitória venceu o Serrano na última quinta-feira e vem embalado. Nosso adversário é bastante forte, mas podemos surpreender”, disse Odilon, em entrevista ao site Bahia Notícias.

O comandante da Catuca ainda admitiu que sairá satisfeito caso consiga pelo menos um empate.

“Qualquer ponto será importante para a somatória em busca da classificação para as semifinais. Precisamos de qualquer forma somar pontos”, completou.

Com cinco pontos, a Catuense ocupa a terceira colocação no Grupo 3, mesma pontuação do vice-líder Juazeirense. No entanto, a Catuca perde no saldo de gols. Veja também: Catuense tem retorno de lateral para amanhã.


Crédito: Glauber Guerrra/BN

5 de março de 2014

Catuense se prepara para enfrentar o Vitória

Neste domingo(9), a Catuense tem um duelo complicado e importante diante do Vitória. O Bem-Te-Vi  recebe o Leão no Estádio Antônio Carneirão em busca de um bom resultado para continuar vivo em busca da vaga nas semi-finais.

Depois de conseguir dois bons resultados fora de casa contra Jacuipense(triunfo) e Conquista(empate), a Catuense vai em busca de manter o ritmo diante do Vitória. O elenco da Catuca vem treinando forte desde a última segunda feira os jogadores tiveram folga apenas no fim de semana de carnaval. O time deve ter mudanças, como o lateral direito Rogério Rios recuperado de lesão deve retornar a posição, onde o volante Mica vinha sendo improvisado. 

A formação da Catuense ainda não está confirmada, mas Sérgio Odilon deve repetir o time das últimas rodadas. Com uma boa dupla de ataque, Robert e Kleuber são as esperanças de gol, juntos somam 12 gols, Robert está isolado na artilharia com 7 gols. No setor de meio-campo o recém contratado Netinho deve fazer dupla com Nem ou Marcos Neves. Mas poderemos ter modificações caso Odilon esteja pensando de outra forma para enfrentar uma equipe complicada como é o Vitória.

A diretoria da Catuense já comunicou que 5 mil ingressos serão disponibilizados para venda e custarão 20 reais, as vendas começam no domingo pela manhã.

Catuense.net

27 de fevereiro de 2014

Catuense empata com o ECPP e continua em busca da vaga

Vitória da Conquista e Catuense empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira, no estádio Lomanto Junior, em partida válida pela 5ª rodada da segunda fase do Campeonato Baiano 2014. O goleiro João Paulo, da Catuca, foi o grande destaque do duelo. O camisa 1 fez boas defesa, pegou um pênalti e garantiu o ponto conquistado fora de casa para o Bem-Te-Vi. 

Paulo Vitor abriu o placar da partida ainda no primeiro tempo. Índio, que entrou na partida na segunda etapa, empatou em cobrança de falta. Pouco depois, o árbitro assinalou pênalti para o Bode. Tatu bateu e João Paulo impediu o gol de desempate. O goleiro ainda conseguiu defender um belo chute de fora da área de Rafael Granja. 


Com o empate, Vitória da Conquista e Catuense desperdiçaram a chance de assumir a liderança de suas respectivas chaves. O Bode possui nove pontos e ocupa a segunda colocação do Grupo 2, atrás apenas do Vitória. Já a Catuca está na 3ª posição do Grupo 3. 

22 de fevereiro de 2014

Xô má fase: Catuense volta a jogar bem e despacha Jacuipense


Na tarde deste sábado a Catuense foi ao estádio de Pituaçu enfrentar a Jacuipense. Depois de uma sequência de maus resultados, o Bem-Te-Vi voltou a jogar bem e garantiu o triunfo diante do time de Grená pelo placar de 3 a 1 com destaque para dois gols do artilheiro do campeonato Robert. O Bem-Te-Vi passou a ocupar a terceira posição com os mesmos quatro pontos da Juazeirense que perdeu para o Galícia e do Bahia que enfrenta o Vitória amanhã.


O jogo:

A Catuense foi a campo com o novo uniforme inspirado no apelido que a Catuense tem, "Laranja Mecância".
Desde os primeiros minutos as equipes buscavam o gol, a Catuense com uma formação mais ofensiva esteve bem postada na partida, com dois volantes e dois meias, o domínio inicial foi da Catuca que pressionou a equipe de Riachão que se defendeu como pôde e o goleiro Márcio Greyck fazendo grandes defesas nas finalizações da Catuca, que apesar do volume de jogo estava pecando bastante na finalização desperdiçando chances importantes. Quando aos 18 minutos Nem invade a área e chuta o goleiro da Jacuipense espalma e a zaga põe para escanteio, na cobrança, o lateral Rogério Rios cruza pra área e encontra Robert que com muita frieza abre o placar para a Catuense.

Depois de abrir o placar a Catuense continuou indo pra cima e a Jacuipense estava acuada se defendendo como podia e Robert sendo protagonista nos lances de perigo. Aos 25 minutos Robert chutou de fora da área e Márcio Greyck fez uma grande defesa. Quatro minutos depois, Mica cobrou falta na área e Robert mandou nas mãos do goleiro grená. Aos 36, Robert recebeu na área e bateu para fora. Sem mais lances de perigo, o primeiro tempo foi encerrado após dois minutos de acréscimos.

Na volta para a segunda etapa a Jacuipense voltou querendo o empate e foi pra cima, o Bem-Te-Vi resolveu explorar os  contra-ataques, no intervalo Odilon sacou Rafael Pato que foi apagado e colocou o jovem da base Devid. Aos dois minutos o meia da Jacuipense chuta por cima levando perigo, a Catuense responde com Robert que parou no goleiro da Jacuipense que estava salvando o time Grená de não levar uma goleada. 


Mas a Jacuipense chegou ao empate por volta dos 15 minutos da segunda etapa, após bate-rebate na área a defesa da Catuca cochilou e a bola sobrou para Thiago Alagoano empurrar para as redes e empatar a partida. Com o empate, o time de Riachão gostou do jogo e foi pra cima fazendo João Paulo trabalhar. A Catuense voltou a levar perigo com Devid parando no goleiro e Nem chutando forte mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Sérgio Odilon teve que sacar Rogério Rios que sentiu e não teve condições de continuar, e improvisou Thiago Sena na direita. Alguns minutos depois Odilon voltou a mexer na equipe colocando mais ofensividade sacando Fausto para entrada de Marcos Neves.



Com vontade de vencer, o Bem-Te-Vi foi pra cima, e aos 29 minutos depois de uma cobrança de escanteio no bate-rebate na área a bola sobra para o bom meia Netinho estufar as redes e colocar a Catuense na frente novamente voltando a ter o domínio da partida.



Querendo ampliar a Catuca foi pra cima e desperdiçou chances com Mica que parou no goleiro e na trave. Mas aos 39 minutos, o lateral Diego Prates cruzou da esquerda e Robert chutou forte de primeira para ampliando com um golaço, 3 a 1 a favor da Catuense e decretando a vitória do Bem-Te-Vi, quebrando a sequência negativa. Grata surpresa as boas atuações do meia Netinho recém-contratado do futebol paraense. O jogador deu outra dinâmica ao meio campo. E Robert dispensa comentários, o jogador sem dúvidas provou que é peça importantíssima no elenco. Na próxima quarta a Catuense enfrenta o Vitória da Conquista no sudoeste baiano precisando manter o bom ritmo recuperado hoje.




Ficha Técnica:

Jacuipense: Márcio Greyck; Corbari (Marcel), Alysson (Uésles), Rogério e Bruno; Dedeco, Flávio, Da Matta e Thiago Alagoano; Daniel e Diego Higino (Meidson). Treinador: Emerson Pereira.

Catuense: João Paulo;Rogério Rios (Thiago Sena), Anderson Silva, Anderson e Diego Prates; Fausto (Marcos Neves), Mica, Nem e Netinho; Rafael Pato (Deivid) e Robert. Treinador: Sérgio Odilon.

Data: 22/02/2014, sábado – 15 horas.
Local: Pituaçu, Salvador-BA.
Árbitro: Cosme Iran Sabino de Araújo.
Auxiliar: Elicarlos Franco de Oliveira e Marcos Welb Rocha de Amorim.
Cartões Amarelos: Uésles, Flávio e Meidson (Jacuipense); Robert e Diego Prates (Catuense).
Gols: Thiago Alagoano (Jacuipense); Robert [2] e Netinho (Catuense).


Catuense.net




20 de fevereiro de 2014

Catuense empata e jejum segue

Foto: Ilustrativa
A Catuense ontem(19), voltou a decepcionar pela segunda fase do Baianão. O Bem-Te-Vi não saiu do 0 a 0 com o Galícia no estádio Antônio Carneiro em Alagoinhas. Com o empate o Jejum de vitórias já é extremamente preocupante, assim como o rendimento do time que não consegue repetir as boas atuações das primeiras rodadas.

Sábado o Bem-Te-Vi enfrenta sábado o Jacuipense no estádio de Pituaçu em Salvador ás 16h.

13 de fevereiro de 2014

Em jogo truncado, Catuense perde para o Vitória em Pituaçu

Foto: Robson Mendes/ CORREIO
Gil sendo marcado de perto por Lucas Zen. Foto: Robson Mendes / CORREIO 
Na noite da última quinta(13), a Catuense foi derrotada pelo Vitória no estádio de Pituaçu por 2 a 0. Com o time praticamente reserva que mostrou falta de entrosamento que não foi impecilho para superar o Bem-Te-Vi, mesmo que em momentos da partida a Catuense levou perigo a defesa rubro-negra.  O resultado em 2 a 0, garantido no segundo tempo, mandou o Leão para a liderança do Grupo 2, enquanto a Catuense continua longe da classificação no Grupo 1 acumulando a segunda derrota nesta segunda fase.


Foto: Robson Mendes/ CORREIO 
Logo no primeiro minuto de jogo o Vitória chegou com perigo. Luiz Gustavo saiu jogando e lançou William Henrique no lado esquerdo, que fez o cruzamento para Alan Pinheiro completar pra fora.



Aos 10 minutos o rubro-negro voltou a assustar numa boa jogada de Alan Pinheiro pelo lado direito. O atacante cruzou rasteiro mas Willie, quase dentro da pequena área furou e desperdiçou mais uma boa chance.


A Catuense respondeu aos 22 minutos com Rogério Rios, ex Bahia, em boa jogada individual pelo lado direito. Mas na hora do cruzamento a zaga do Vitória conseguiu afastar pra escanteio.
Aos 28 minutos, Willie que sentiu dores no joelho direito, deixou o campo para a entrada do meia Felipe, modificando assim o esquema tático da equipe.
As duas equipes diminuiram o ritmo na última parte do primeiro tempo. A Catuense só conseguia assustar nas investidas de Rogerio Rios pelo lado direito, enquanto o rubro-negro tentava chegar nas bolas paradas. A Catuca mais uma vez esbarrou na falta de criatividade do meio campo, jogando com três volantes, o time sobrecarrega Gil que tenta sozinho armar as jogadas, acaba facilitando a marcação adversária. 


Nos últimos minutos, as duas equipes tiveram chance de marcar. William Henrique avançou em velocidade e chutou de pé esquerdo para a boa defesa de João Paulo.

A Catuense respondeu com Robert pelo lado direito que cruzou para a chegada de Gil. O meia bateu fraquinho para a fácil defesa de Wilson, que garantiu o 0 x 0 no primeiro tempo.



Catuense volta melhor e assusta o Vitória


Assim como na etapa inicial, o Vitória partiu pra cima logo no primeiro minuto de jogo usando a velocidade de Nino Paraíba, que partiu livre até a linha de fundo, cruzou rasteiro, mas ninguém chegou na área pra completar para o gol.



Vitória vence a Catuense e mantém 100% no estadual
Foto: Max Haack / Ag. Haack /  Bahia Notícias
Aos 9 minutos, Fausto roubou a bola no meio campo e fez belo lançamento para o atacante Robert, que partiu pra cima da defesa e bateu rasteiro. A bola passou perto do gol de Wilson, que ficou com o tiro de meta.

A entrada de Netinho deu mais movimentação ao meio campo da Catuense. Aos 11 minutos, o meia serviu bem o lateral esquerdo Diego Prates, que invadiu a área e bateu firme para a boa defesa de Wilson. 


Mesmo com a Catuense melhor no segundo tempo, foi o Vitória que chegou ao gol aos 27 minutos. Euller, que havia entrado no lugar de Danilo Tarracha, fez um bom cruzamento para William Henrique que aproveitou a falha da zaga para bater de primeira.


O gol marcado e a entrada de Euller fizeram o time do técnico Ney Franco acordar. Dois minutos depois o jovem lateral esquerdo achou Alan Pinheiro livre na grande área. O atacante dominou e bateu no canto, mas a bola caprichosamente "beijou" a trave.

Aos 36 minutos, Adailton que havia acabado de entrar no lugar de William Henrique, roubou uma bola no meio campo, partiu livre em velocidade, driblou o goleiro João Paulo e deu números finais ao jogo.

Fim de papo, mais uma derrota da Catuense, que agora acumula um jejum de partidas sem vencer, agora enfrenta o Galícia dia 19, no estádio Antônio Carneiro em Alagoinhas.



VITÓRIA 2 X 0 CATUENSE
Campeonato Baiano

Local: Estádio Municipal Governador Roberto Santos, o Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 13/02, às 20h30

VITÓRIA: Wilson; Nino Paraíba, Luiz Gustavo, Jonathan Ferrari e Danilo Tarracha (Euller); Lucas Zen, José Welison e Neto Coruja; Willie (Felipe), William Henrique (Adailton) e Alan Pinheiro.Técnico: Ney Franco.

CATUENSE: João Paulo, Rogério Rios, Anderson, Fabão e Diego Prates (Índio); Fausto, Tiago Sena, Gil (Netinho) e Mica; Robert e Rafael (Rena). Técnico: Sérgio Odilon.

CATUENSE.NET COM INFORMAÇÕES DO BAHIA NOTÍCIAS

Confira os gols, créditos: PFC

CATUENSE.NET COM INFORMAÇÕES DO BAHIA NOTÍCIAS